Navegação – Mapa do site

Reflexões sobre mulheres palestinianas e cinema – até 15 de abril de 2014

Organização: Shahd Wadi e Júlia Garraio

Prazo para envio dos artigos: 15 de abril de 2014

Em 2011 organizámos, em Lisboa e Coimbra, um ciclo de cinema e de debates intitulado “Mulheres palestinianas no cinema”. Esta iniciativa fez-nos perceber que o cinema não só é capaz de projetar um lar para os palestinianos que vivem em despossessão, mas igualmente cria um espaço de encontro entre “o outro” e a memória, a história, a identidade e, sobretudo, as resistências palestinianas e a luta deste povo pela sua existência. Através de uma larga variedade de opções estéticas e de diferentes posições políticas, os filmes exibidos abordavam a dupla resistência das mulheres palestinianas, não só contra a ocupação israelita mas também contra formas internas de opressão. Enquanto os média ocidentais tendem a retratar as mulheres palestinianas através de representações monolíticas redundantes e simplistas, as lentes cinematográficas e as palavras das mulheres palestinianas tornaram-se nas suas próprias ferramentas de resistência às imagens que lhes foram impostas, funcionando assim como armas estéticas no combate, quer à sua própria sociedade patriarcal quer à ocupação colonial e patriarcal israelita. Por outras palavras, o cinema tornou-se uma ferramenta política para narrar histórias pessoais e coletivas de resistência.

Seguindo a ideia que deu origem ao ciclo de cinema, o presente número da e-cadernos ces pretende ser um ecrã palestiniano feminista que projeta reflexões sobre as mulheres palestinianas e o cinema. Acreditamos que os conceitos Palestina, mulheres e cinema estão sempre em construção e abertos a diferentes definições. Por isso, convidamos ao envio de contributos relacionados com as mulheres palestinianas e o cinema (ficção, documentário, vídeo-instalação), no que incluímos reflexões sobre representações cinematográficas de mulheres palestinianas, críticas de filmes realizados por palestinianas ou, de maneira mais geral, sobre o lugar e o impacto das mulheres palestinianas no cinema. Assim, este número pretende constituir um espaço aberto para a partilha de histórias, narrativas, ensaios, entrevistas, análises de filmes ou outras reflexões sobre as mulheres palestinianas e o cinema.

e-cadernos ces é uma publicação online, com acesso livre, que se baseia num sistema de avaliação por pares e editada pelo Centro de Estudos Sociais. Integra atualmente: CAPES, EBSCO e Latindex. Para mais informações sobre a publicação consulte: http://www.ces.uc.pt/e-cadernos/.

Todos os textos devem ser submetidos na sua versão completa, em língua portuguesa, inglesa ou castelhana. Podem ter entre 50 e 60 mil caracteres (com espaços), incluindo notas e referências bibliográficas. Para a secção final @cetera, podem ser apresentados entrevistas e debates (máx. 25 mil caracteres) ou recensões críticas inéditas (máx. 5 mil caracteres).

As normas detalhadas para submissão dos textos estão disponíveis em http://www.ces.uc.pt/e-cadernos/media/Normas_publicacao_e_cadernos.pdf. As mensagens devem ser enviadas para e-cadernos@ces.uc.pt e indicar explicitamente que se referem ao número temático em questão – “Reflexões sobre mulheres palestinianas e cinema”.

Todos os contributos estarão sujeitos a um processo de arbitragem científica.

  • Logo Centro de Estudos Sociais
  • Logo Universidade de Coimbra
  • Logo Universidade de Coimbra - Património Mundial em 2013
  • Les cahiers de Revues.org